NOTÍCIAS CPPA
A COMPANHIA PERNAS PRO AR
FOTOS CPPA
CAPOEIRA
MÚSICAS
MACULELÊ
LETRAS DE MÚSICAS
INSTRUMENTOS
TOQUES DE BERIMBAU
TOQUES DE BERIMBAU

TOQUES DE BERIMBAU

  • Na Capoeira Angola

Na Capoeira de Angola existem três tipos de berimbaus: o Gunga (grave), o Médio e o Viola (agudo), sendo que cada um deles é diferenciado pelo tamanho da cabaça. Junto aos berimbaus é colocado o pandeiro, o atabaque, o agogô e o reco-reco.

Ao iniciar o jogo de angola é cantada uma ladainha pelo mestre presente na roda, ou por um dos capoeiristas que estão no pé do berimbau, após a ladainha é cantado o canto de ligação, e os dois capoeiristas aguardam atentamente, só no canto corrido que eles estão liberados para iniciar o jogo. É importante falar que na Angola não se canta ladainha no meio das quadras ou corridos, mas, pode ser cantada uma em seguida da outra, se o ritmo parar, torna-se obrigatórios recomeçar com outra ladainha. Em academias tradicionais de Angola, quando uma dupla termina o seu jogo, automaticamente o som pára, os outros dois capoeiristas se preparam para jogar, iniciando com outra ladainha, e assim sucessivamente.

Os principais toques da capoeira angola:

ANGOLA: Este toque é tocado pelo berimbau Gunga, o qual comandará a roda, dando inicio e cadência ao ritmo.

SÃO BENTO PEQUENO: Este toque é tocado pelo berimbau Médio, acompanhando o ritmo do toque de Angola. Também conhecida como Angola Invertida.

SÃO BENTO GRANDE DE ANGOLA: Este toque é tocado pelo berimbau Viola, acompanhando o ritmo do Gunga, porém com mais variações.

JOGO DE DENTRO: Este toque indica a prática do jogo com o mesmo nome. Jogo de Dentro é jogo de malícia, resistência e muito conhecimento na roda.

APANHA LARANJA NO CHÃO TICO-TICO: Muito usado pelos capoeiristas e Mestres antigos, este toque usava-se para pegar dinheiro na roda, ou seja: em determinado momento, alguns espectadores lançavam notas, no centro da roda, as quais eram reunidas e envoltas em um lenço. Iniciava-se então um jogo manhoso e de muita destreza e malicia na busca de pegar o dinheiro com a boca. Hoje em dia esta prática está em desuso, já que a violência tem prevalecido muitas vezes na Roda de Capoeira.

  •  Na Capoeira Regional

Na Capoeira Regional possui apenas um berimbau e dois pandeiros, e as ladainhas geralmente são curtas, mais ou menos de um tamanho de uma quadra. E os sete toques criados pelo Mestre Bimba que vão variando os jogos.

Os sete toques da capoeira regional: 

IÚNA: Este toque foi baseado no canto do pássaro Iúna. É um jogo mais dentro e contínuo, executando movimentos de "floreio", e apenas os mestres e formados podem participar nesse jogo. Durante a sua execução utilizam apenas os instrumentos, e não se canta.

AMAZONAS: É o toque festivo, usado para saudar mestres visitantes de outros lugares e seus respectivos alunos. É usado em batizados e encontros.

CAVALARIA: É o toque de aviso ou de alerta. Sua origem remonta ao tempo da proibição da capoeira, quando era empregado para denunciar a presença da polícia montada, do chamado esquadrão da cavalaria. Um capoeirista postava-se num lugar estratégico e, ao divisar a polícia, imitava o tropel dos cavalos no berimbau e a roda transformava-se em "inocente brincadeira".

SANTA MARIA: É utilizado geralmente apenas em apresentações e relaciona-se ao jogo de navalha, faca ou facão. 

BENGUELA: É um jogo lento, solto, floreado e bastante disputado, que foi introduzido para poder jogar com os angoleiros.

IDALINA: Neste toque não há um tipo característico de jogo claramente definido, sendo que, às vezes prevalece na "performance" dos jogadores uma certa teatralidade que remete à conquista amorosa.

SÃO BENTO GRANDE DE BIMBA: Nestse jogo requer um jogo pelo alto, solto e rápido com golpes explosivos e traumáticos.

                                                      

 

 

MINAS GERAIS: BELO HORIZONTE, PEDRO LEOPOLDO, SETE LAGOAS, MATEUS LEME, MATOZINHOS
SÃO PAULO: SÃO PAULO

NOTÍCIAS CPPAA COMPANHIA PERNAS PRO ARFOTOS CPPACAPOEIRAMÚSICASMACULELÊ